Inicial / #VereadorArmando / Para evitar greve dos 3,2 mil servidores de Viamão, prefeito vai enviar projeto para ajuste do Plano de Carreira

Para evitar greve dos 3,2 mil servidores de Viamão, prefeito vai enviar projeto para ajuste do Plano de Carreira

Vereador Armando denuncia: Projeto do Plano de Carreira, votado afogadilho, vai trazer perdas superior à R$ 600,00, nos salários líquidos dos 3,2 mil servidores

Revoltados, um grupo de servidores da educação e saúde, ameaçam entrar em greve pelas perdas salariais.

A constatação denunciada essa semana, pelo integrante da Comissão de Constituição e Justiça, vereador Luís Armando Azambuja(PT), de que os estudos da prévia da folha de pagamento, que está sendo processada pela Prefeitura, deve registrar perdas salariais em até 15%, diminuindo, a partir deste mês, em mais de R$ 600 reais o salário líquido, dos cerca de 3,2 mil servidores municipais, do quadro dos operários, saúde, educação, administrativos e os demais cargos de níveis técnicos e superiores,  provocou inquietação, revolta e preocupações entre os funcionários e governo municipal.

Um grupo de servidores da educação e saúde ameaçam entrar em greve, se confirmar a perda de salário no contracheque de março, que deverá estar disponível até o dia 31.

Pressionado pela situação, o prefeito André Pacheco (PSDB), promete apresentar, até a próxima terça-feira, um projeto na Câmara, para ajustar os dispositivos do Plano de Carreira e do Estatuto dos Servidores, para evitar as perdas salariais, que não devem valer para este contracheque, embora poderá haver um dispositivo de retroatividade para evitar a irredutibilidade de salários.

Para vereador Armando, os prejuízos dos servidores na folha de pagamento, já foi previsto e anunciado na votação da sessão extraordinária de janeiro passado, que aprovou os projetos a toque de caixa e no afogadilho, em horário antirregimental, sem a presença qualificada e a participação dos servidores, e sem a possibilidade de sugestões, emendas e nenhuma explicação dos polêmicos projetos, que foram enviados, de forma irresponsável, de iniciativa do prefeito e avalizados pelo sindicato da categoria.

De acordo com o vereador Armando, além de não ter incorporado nenhum direito, o plano de carreira, tando do magistério quanto do quadro geral, combinado com o novo estatuto dos servidores, acabaram retirando muitos direitos conquistados, demonstrando total desrespeito por aqueles funcionários, que por muitos anos servem a população viamonense.
Além disso, outro projeto, que ampliou alíquotas e a base de  contribuições previdenciárias, também contribuiu para as perdas salariais dos todos os servidores.

O vereador Armando Azambuja, que na ocasião liderou uma série de manifestações contrário a medida, por julgar que os projetos deveriam ser debatidos e discutidos com o funcionalismo, lembrou que: “Na época, já havíamos detectado muitos prejuízos aos servidores nos projetos do novo estatuto dos servidores e nos planos de carreira do quadro geral e do magistério, por isso que defendíamos a necessidade de discussão, com a participação de representantes dos servidores, para qualificação e ajustes, o que não ocorreu e as consequências estouraram agora nos prejuízos de irredutibilidade de salários, de forma inconstitucional”, enfatizou Armando.

Armando defende que o projeto de ajustes não seja votado a toque de caixa, e que desta vez sejam oportunizados debates com os servidores, para que possamos corrigir de forma qualificada, todas as perdas dos direitos trabalhistas e inconstitucionalidades contidas no projeto que foi votado a toque de caixa e no afogadilho em janeiro.

Não deixe de ver também:

Plano de carreira vai diminuir salários de 3 mil servidores de Viamão

Armando repudia votação a toque de caixa, do pacote de projetos do funcionalismo

Projeto propõe reajuste de 7,64% do piso do magistério de Viamão

Sobre o Vereador Vereador Armando

O vereador Armando, como é popularmente conhecido, tem 45 anos, é jornalista/radialista, técnico em contabilidade, Bacharel em Direito, e, pós- graduado em Gestão Hospitalar. Armando foi eleito para o quinto mandato de vereador. Armando é considerado um dos vereadores mais atuantes e experientes do Legislativo. É o campeão de projetos e de leis aprovadas e sancionadas.

Além disso, verifique

Dia dos Professores – Parabéns pelo seu dia!

Dia dos Professores, “Ser professor@ é muito mais do que transmitir o conhecimento.” É aquele/a …