Inicial / APP / Temer veta recursos para Duplicação do Caminho do Meio

Temer veta recursos para Duplicação do Caminho do Meio

Deputado Bohn Gass insiste na luta pelos recursos para obras do Caminho do Meio, e diz que “tucanos têm de agir”

Vereador Armando, da Frente Parlamentar em Defesa da Mobilidade Urbana e Infraestrutura Viária de Viamão, repudia o veto de Temer as obras da Duplicação do Caminho do Meio.

Se depender do governo Michel Temer, os milhares de pessoas que enfrentam congestionamentos diários na Estrada Caminho do Meio, continuarão sendo sacrificados.
Ocorre que o presidente vetou a inclusão da obra de duplicação na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018.
O Caminho do Meio havia sido incluída na LDO, por iniciativa de emenda parlamentar do deputado Elvino Bohn Gass (PT-RS).

Os vetos de Temer chegaram à Comissão Mista de Orçamento (CMO) para apreciação e, com votos do PSDB e do PMDB, foram todos mantidos. Bohn Gass é o único gaúcho na CMO e votou pela derrubada dos vetos. “O governo desconsiderou todo o trabalho realizado na Câmara. Havíamos incluído não apenas a obra da Estrada Caminho do Meio mas, também, rejeitado cortes em programas fundamentais como o Mais Médicos e os Agentes de Saúde. O próprio relator da Comissão, deputado Marcus Pestana (PSDB/MG), rejeitou os destaques e os demais aliados de Temer na Comissão de Orçamento disseram amém”. 

NOVA TENTATIVA – Embora exista a promessa do governo de apresentar um Projeto de Lei Nacional (PLN) para complementar a LDO, Bohn Gass acredita que só a pressão política é que poderá garantir a obra na Estrada Caminho do Meio, que liga os municípios de Porto Alegre, Viamão e Alvorada. “Agora, mais do que nunca, os prefeitos dessas três cidades, que são de partidos aliados a Temer, devem pressionar. Caso contrário, aquela via, que é uma das principais ligações entre municípios metropolitanos, continuará congestionada, botando em risco a vida de quem nela trafega e prejudicando as economias locais”, afirma o deputado, referindo-se a Nelson Marchezan, de Porto Alegre, e André Pacheco, de Viamão, que são do PSDB, e ao Delegado Apollo, prefeito de Alvorada, que é do PMDB.

 FRENTE PARLAMENTAR DE VIAMÃO – O vereador Luís Armando Azambuja (PT), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mobilidade Urbana e Infraestrutura Viária, repudiou o veto do presidente Temer as obras da Duplicação do Caminho do Meio. “Rejeitar recursos para essa importante obra de mobilidade urbana do nosso município, significa um desrespeito a população viamonense, que diariamente sofre com a insegurança, falta de manutenção e o congestionamento na via”, criticou Armando.

 A LUTA CONTINUA – O deputado Bohn Gass diz que não vai desistir e se o PLN do governo não incluir novamente a verba para o Caminho do Meio, vai apresentar outro destaque para tentar garantir a duplicação. “Estou fazendo a minha parte, brigando com o governo. Acho que agora é a hora de os deputados gaúchos e prefeitos que estão na base de Temer, procurarem os ministros e mostrarem a eles que esta é uma obra muito necessária”, sintetiza Bohn Gass.

Veja o vídeo do Deputado Bohn Gass e do
Vereador Armando, sobre o Caminho do Meio:

CLIQUE: DUPLICAÇÃO CAMINHO DO MEIO

Sobre o Vereador Vereador Armando

O vereador Armando, como é popularmente conhecido, tem 45 anos, é jornalista/radialista, técnico em contabilidade, Bacharel em Direito, e, pós- graduado em Gestão Hospitalar. Armando foi eleito para o quinto mandato de vereador. Armando é considerado um dos vereadores mais atuantes e experientes do Legislativo. É o campeão de projetos e de leis aprovadas e sancionadas.

Além disso, verifique

Últimos dias! Anistia de 80% das multas e juros do IPTU e dívidas na Prefeitura de Viamão