Inicial / #armando13123 / Hospital de Viamão mantém aberto e duplica maternidade

Hospital de Viamão mantém aberto e duplica maternidade

Maternidade do Hospital de Viamão vai duplicar e qualificar atendimentos

Projeto de estruturação, deverá levar Hospital de Viamão a tornar-se a referência de maternidade, com a duplicação dos partos, enquanto os Postos de Saúde de Viamão deverão humanizar, qualificar e ampliar os atendimentos de pré-natal.

Os vereadores Armando Azambuja e Evandro Rodrigues, com os gestores do Hospital Viamão, diretor administrativo, Leandro Gomes dos Santos, diretor técnico, Dr. João Almir Camargo Jorge, e os assessores da diretoria: Dr. Eduardo Dias Lopes e Geison Rosa Farias.

A boa notícia foi divulgada pela própria diretoria do Instituto de Cardiologia Hospital Viamão, na tarde desta terça-feira (18/4), num encontro com os representantes da Comissão de Defesa da Saúde da Câmara e da Frente Parlamentar Não Deixe o Hospital de Viamão Parar, vereadores Luís Armando Azambuja (PT) e Evandro Rodrigues (PSDB).

De acordo relataram aos vereadores Armando e Evandro, os gestores do Hospital Viamão, diretor administrativo, Leandro Gomes dos Santos, e o diretor técnico, Dr. João Almir Camargo Jorge, e os assessores da diretoria: Dr. Eduardo Dias Lopes  e Geison Rosa Farias, foi pactuado entre a Secretaria Estadual da Saúde (SES) e a Prefeitura de Viamão, a realização de um projeto de estruturação da linha de cuidado desde o pré-natal, incluindo fluxo de visitas e encaminhamentos,  treinamento das equipes de saúde até o parto.

Com o projeto de estruturação da linha de cuidados às gestantes viamonenses, explica o integrante da Comissão de Defesa da Saúde da Câmara, vereador Armando Azambuja, “A prefeitura se compromete em humanizar, qualificar e ampliar os atendimentos de pré-natal realizado pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura, que hoje atende apenas 40% da demanda, sendo  além de ampliar os atendimentos, fazer um procedimento de qualidade, atenção a saúde e orientações as gestantes, com a garantia mínimas de, pelo menos, 7 consultas durante o pré-natal e encaminhamento hospitalar”.

Contatos frequentes entre mulheres e seus provedores de saúde durante a gravidez, facilita adoção de medidas preventivas, detecção oportuna de riscos, redução de complicações e a abordagem das desigualdades na saúde, apontou o vereador Armando, citando a recomendação de ampliação e frequentes consultas, como modelo de atenção pré-natal, que uma mulher grávida deve ter com profissionais de saúde ao longo de sua gravidez, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Com isso, continua o autor da lei 4.520/2016, que criou a Frente Parlamentar Não Deixe o Hospital de Viamão Parar, vereador Armando, “O Hospital de Viamão se compromete, ao invés de fechar a maternidade, manter aberta, e ainda duplicar imediatamente os atendimentos de procedimentos às gestantes, que hoje são realizados de 60 a 70 partos, para 120 partos mensais”.

Pelo projeto, enfatiza o vereador Luís Armando Azambuja, “Instituto de Cardiologia Hospital Viamão deverá se tornar  a referência para os fluxos do pré-natal das gestantes do município, onde as equipes do Departamento de Ações em Saúde-DAS, via Atenção Básica – UBSs e Política de Saúde da Mulher, ministrarão capacitações para os profissionais de saúde de Viamão, com enfase a humanização, ampliação e qualificação dos atendimentos às gestantes viamonenses”.

Por outro lado, conclui o vereador Armando Azambuja, a expectativa com esse projeto e pactuação, é que o Governo do Estado, através da SES, reconsidere a redução de 20% dos repasses mensais, ou R$ 630mil/mês, do montante dos recursos da contratualização do Sistema Único de Saúde (SUS) ao Hospital de Viamão, com objetivo da manutenção da instituição manter-se permanentemente aberta, e com a manutenção dos serviços de emergência e internação a população viamonense.

Com essa série de entendimentos, projeto e pactuamento, que envolveram a Comissão de Defesa da Saúde da Câmara, Frente Parlamentar Não Deixe o Hospital de Viamão Parar, Conselho Municipal de Saúde, Assembléia Legislativa, Prefeitura de Viamão e Secretaria Estadual de Saúde, o vereador Armando acredita que foi sepultado a questão do fechamento do Hospital de Viamão, assim como, a questão da história do serviço de maternidade, onde as gestantes do município teriam que ser transportadas para o município de Alvorada.

Sobre o Vereador Vereador Armando

O vereador Armando, como é popularmente conhecido, tem 45 anos, é jornalista/radialista, técnico em contabilidade, Bacharel em Direito, e, pós- graduado em Gestão Hospitalar. Armando foi eleito para o quinto mandato de vereador. Armando é considerado um dos vereadores mais atuantes e experientes do Legislativo. É o campeão de projetos e de leis aprovadas e sancionadas.

Além disso, verifique

Dia dos Professores – Parabéns pelo seu dia!

Dia dos Professores, “Ser professor@ é muito mais do que transmitir o conhecimento.” É aquele/a …