Inicial / #VereadorArmando / Carteira de Trabalho Digital: Aprenda fazer pelo celular ou no site

Carteira de Trabalho Digital: Aprenda fazer pelo celular ou no site

Você já deve ter ouvido falar sobre a nova Carteira de Trabalho Digital, mas sabe como ela funciona?

Aprenda acessar sua CTPS Digital pelo aplicativo do seu smartphone, ou no site do Gov.br-Trabalho e Emprego.

O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, vereador Luís Armando Azambuja (PSDB), atraves dessa publicação, em seu site de notícias de seu mandato e de utilidade pública, através de vídeo, PDF e texto explicativo com passo a passo, informa e orienta a comunidade tudo sobre a emissão pela internet ou celular, da Carteira de Trabalho Digital.

A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) é um dos principais documentos do trabalhador brasileiro.

Nela está listado todo o histórico de sua vida profissional, incluindo seus empregos atuais e anteriores, atualizações de salários, anotações de férias, entre outros. Ela é imprescindível para se conseguir um emprego formal.

Até o mês de Fevereiro de 2020 a Carteira de Trabalho era emitida no formato impresso – aquela caderneta de capa azul emitida apenas com hora marcada no Sine.

Como o processo de agendamento e obtenção era muito demorado, uma parceria entre o Ministério do Trabalho e a Dataprev, resolveu adotar um formato digital que é mais prático e acessível a todos.

O que é a Carteira de Trabalho Digital?

A Carteira de Trabalho Digital é um documento eletrônico equivalente à antiga CTPS impressa.
É o mesmo documento, mas em uma versão online.

Esse novo formato funciona da mesma maneira que o anterior.
Nele constam os locais onde o profissional já trabalhou, bem como qual o tempo e as condições de contrato, além de todos os dados individuais e trabalhistas.

A grande diferença é a forma de emissão, que passou a ser inteiramente feita pela internet e não precisa mais de agendamentos.

Além disso, agora você não precisa mais emitir uma segunda via da Carteira de Trabalho.
Em caso de perdas ou esgotamento de espaço, basta solicitar a versão digital e o banco de dados já identifica todas as empresas com as quais o trabalhador manteve vínculo e mantém o cadastro atualizado.

A Carteira de Trabalho impressa não vale mais?

Vale sim! A migração para a versão digital é opcional e só é obrigatória para novas emissões.
Se você ainda tem sua carteira impressa com espaços para anotações, ela continua valendo até você decidir migrar para o formato digital.

Inclusive, o governo orienta que você guarde a versão de papel da sua Carteira de Trabalho.
Ela poderá ser útil no futuro na hora de comprovar tempo de serviço e outros aspectos da sua vida profissional.

Importante: Caso a empresa contratante não utilize o sistema do eSocial, a carteira de trabalho impressa será necessária.

Quem pode solicitar a versão digital?

Todos os brasileiros e estrangeiros que estejam registrados no Cadastro de Pessoa Física (CPF).
Porém, cada trabalhador precisa habilitar o documento, criando uma conta de acesso no sistema online de emissão.

Para facilitar, veja o passo a passo abaixo de como solicitar a Carteira de Trabalho Digital.

Como obter acesso a Carteira de Trabalho Digital?

O procedimento é fácil e é possível ser solicitado por todo brasileiro ou estrangeiro que esteja registrado no Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Acompanhe o passo a passo:

Passo 1 – Acesse o site GOV.BR:

Trabalho e Emprego (clique aqui): https://www.gov.br/pt-br/temas/trabalho-emprego

Vá até o bloco “Carteira de Trabalho Digital”,
e clique em “Obter”.

Passo 2 – Uma nova página irá carregar trazendo maiores detalhes sobre a nova modalidade da carteira de trabalho digital. Clique no botão “Solicitar”.

Passo 3 – Você agora entrou na página do “Emprega Brasil”.

Se você já possui um cadastro no sistema acesso.gov.br, Sine Fácil ou no Meu INSS, basta clicar em “Já tenho cadastro” e acessar o sistema.

Se esse é o seu primeiro acesso, clique “Quero me cadastrar”.

Passo 4 – Ao clicar em “Quero me cadastrar”, você deverá preencher um formulário com seus dados completos: CPF, Nome, Data de Nascimento, telefone, e-mail, Nome da Mãe, local de Nascimento; Se for nascido no exterior, selecione “Não sou brasileiro”.

Estas informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).
Caso estejam corretas, você será direcionado para responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico laboral.

Você precisará acertar pelo menos quatro das cinco perguntas. Após isso, receberá uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso.
Caso tenha dificuldade em responder as perguntas, aguarde 24 horas para uma nova tentativa ou entre em contato com a central 135 para auxílio.
Com este código de acesso e o seu CPF, você poderá acessar o aplicativo.

Por fim, a sua solicitação já estará realizada e você já terá acesso a sua Carteira de Trabalho Digital.

Você pode fazer o download da sua Carteira em formato PDF, ou usar ela no aplicativo. 

Como baixar o aplicativo?

Para baixar o aplicativo, abra a loja de aplicativos do seu smartphone e procure por “CTPS Digital”.
Ou acesse o link para download no Android ou no iPhone.

É preciso ter muito cuidado com os resultados de buscas da loja virtual do seu smartphone, especialmente no sistema operacional Android.

Infelizmente, há muitos aplicativos que se passam por Carteiras de Trabalho Digital e estes podem esconder ameaças para roubar suas informações. Na dúvida, baixe pelo link informado acima.

Veja abaixo as principais telas que poderá acessar pelo aplicativo:

Em PDF: Acesse o passo a passo completo de como fazer a Carteira de Trabalho Digital.

Qual o custo para emitir?

Nenhum.
A solicitação e cadastro no sistema são gratuitos.

O que essa mudança significa para as empresas?

Como todo os dados estão integrados, a busca e verificação da situação de cada trabalhador fica mais fácil, melhorando e agilizando os processos e a gestão, sendo isso benefício tanto para o empregado quanto para o empregador.

Como funciona para novos trabalhadores?

Todo cidadão brasileiro com CPF já possui uma Carteira de Trabalho Digital.
Ou seja, não é necessário pedir a emissão do documento. 
Basta fazer o cadastro no sistema para ter acesso ao documento.Para aqueles nunca trabalharam com registro em carteira, o documento digital aparece apenas com dados pessoais de qualificação civil.

E o número de identificação da carteira de trabalho?

A versão digital utiliza como número chave somente o CPF.
Para as empresas que já utilizam o eSocial, somente o CPF é o suficiente para seguir com a contratação.

Sobre o Vereador Vereador Armando

O vereador Armando, como é popularmente conhecido, tem 49 anos, é jornalista/radialista, técnico em contabilidade, Bacharel em Direito, e, pós- graduado em Gestão Hospitalar. Armando esta no quinto mandato de vereador. Armando é considerado um dos vereadores mais atuantes e experientes do Legislativo. É o campeão de projetos e de leis aprovadas e sancionadas. WhatsApp Lista de Transmissão de Notícias: 51 9990-45123 Celular 51 993321888 Gabinete: 51 34854957

Além disso, verifique

COVID 19 Viamão: Prefeitura, órgãos e departamentos com novos horários para atendimentos ao público