Inicial / DESTAQUE / Transferido o PA24h. da 44, para parada 36, onde deveria ser instalado a UPA24h. do tipo III, do Governo Federal

Transferido o PA24h. da 44, para parada 36, onde deveria ser instalado a UPA24h. do tipo III, do Governo Federal

A expectativa da população de Viamão, que sonhava em ter um atendimento qualificado de saúde e centenas de empregos com a instalação da UPA24h. foi frustrada, diz o vereador Armando, que esta pedindo a manifestação e o parecer do Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado, do Conselho Municipal e Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde, sobre a decisão do prefeito de Viamão, que cancelou a licitação da instalação da UPA24H., tipo III, que foi conquistada pela comunidade de Viamão.pa44_web_vereadorarmandoEm novo pronunciamento na tribuna da Câmara, na sessão desta segunda-feira (22), o vereador Armando Azambuja (PT), denunciou que o prefeito Valdir Bonatto (PSDB), revogou/cancelou, as vésperas de inauguração do novo atendimento avançado de saúde na parada 36, a licitação do edital 130/2015, do concurso de projeto 01/2015, através do processo nº 21.409/2015, que tinha como objetivo, a contratação de gestão, operacionalização e execução de serviços de saúde da Unidade de Pronto Atendimento(UPA24h), do tipo III, do Governo Federal.

Conforme o vereador Armando, o prefeito Valdir Bonatto, acabou desistindo de instalar a UPA em Viamão, decidindo apenas alterou o endereço, desde o último sábado, dia 19, o Pronto Atendimento (PA), construído pelo governo anterior, na parada 44, que foi transferido para parada 36, prédio que foi construído com recursos do Governo Federal, e com recursos e terreno, destinados pelo ex-governador Tarso Genro, destinado para a instalação da UPA24h, do tipo III, da qual o município foi contemplado e fez convênio, projeto e licitação para esse fim.
De acordo com o vereador Armando, a decisão do prefeito trouxe prejuízos à população em geral, quando no órgão médico deveria contar com um padrão tipo III, para atendimento de saúde qualificado de urgência e emergência, com serviços especializados em: pediatria, odontologia, traumatologia-ortopedia, ginecologia, obstetrícia e médicos clínicos, entre outros serviços, como, nutrição, exames laboratoriais e de radiologia, tudo trabalhando em plantão de 24 horas. “O que não vai mais ocorrer, pela decisão do prefeito, que desistiu da UPA, depois de todo o prédio pronto e equipado para uso e inclusive depois de licitado o serviço de gestão e a forma de contratação de pessoal e processo de funcionamento”, lamentou Armando.prédio upa III viamão_vereador Armando_web

A UPA teria suporte para atender até 450 pacientes num conceito de atendimento com acolhimento e regrado pelo Sistema Único de Saúde – SUS. E ainda, com pelo menos, 15 leitos de observação aos pacientes necessitados, representando uma espécie de “mini hospital”. “Custou muito para conquistarmos a UPA com o Governo Federal, e estávamos com esperança e na expectativa de seu pleno funcionamento, que foi frustrado pela decisão do prefeito, de tão somente ocupar o prédio onde deveria iniciar a UPA para instalar e mudar de endereço, um serviço de menor complexidade e que funciona como espécie de um posto de saúde ampliado”, enfatizou Armando.Vereador Armando tribuna sobre UPA_web

Além disso, constatou o vereador Armando, “a medida vai frustrar ainda mais a expectativa da população de Viamão, que sonhava com a geração de centenas de empregos na área da saúde, como: Médicos, Enfermeiros, Psicólogo, Gerente Administrativo, Técnicos de Enfermagem, Farmacêutico, Dentistas, Auxiliares de Saúde Bucal, Assistente Social, Técnicos de Radiologia, Assistentes Administrativo, Auxiliares Administrativos e Auxiliares de Serviços Gerais, entre outras vagas de profissionais que estavam previstos no dimensionamento de recursos humanos, para contratação imediata e plena execução, funcionamento e qualificação da UPA 24h, em Viamão”.

O vereador Armando esta formulando uma representação, e já recebeu o apoio de outros 11 vereadores, e vai denunciar e solicitar o parecer e manifestação a respeito da decisão do prefeito Bonatto, ao Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado, e, aos conselhos municipal e estadual de Saúde, além do Ministério da Saúde.

VEJA, CURTA E COMPARTILHE o pronunciamento do vereador ARMANDO, sobre o assunto.

Sobre o Vereador Vereador Armando

O vereador Armando, como é popularmente conhecido, tem 49 anos, é jornalista/radialista, técnico em contabilidade, Bacharel em Direito, e, pós- graduado em Gestão Hospitalar. Armando esta no quinto mandato de vereador. Armando é considerado um dos vereadores mais atuantes e experientes do Legislativo. É o campeão de projetos e de leis aprovadas e sancionadas. WhatsApp Lista de Transmissão de Notícias: 51 9990-45123 Celular 51 993321888 Gabinete: 51 34854957

Além disso, verifique

Nesta quinta-feira tem terceira dose para idosos de 60 anos ou mais, nos 18 postos de saúde de Viamão!