banner ad

Unidade de Pronto-Atendimento – UPA 24 horas – para Viamão

15 de outubro de 2013

A presidenta Dilma liberou R$ 2,6 milhões para que Viamão possa construir uma UPA 24 horas, no Quarto Distrito de Viamão, na parada 36, em frente à escola Ana Jobim, que também recebeu, mais R$ 1 milhão do governador Tarso Genro, para investimento na construção do prédio, além da cedência da área.

(2) Foto_ Roberto Stuckert Filho_PR

Os investimentos na saúde foram defendidos durante o discurso da presidenta Dilma Rousseff, na visita ao Rio Grande do Sul, no último sábado(12), que destacou criação de Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) como instrumento importante para reduzir a demanda dos hospitais.

“Queremos um posto de saúde, uma unidade de atendimento e urgência e o hospital. Ligando isso tem o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Primeiro, a pessoa procura o posto de saúde, onde 80% dos casos são resolvidos. Se for algo de maior complexidade, vai para a unidade de pronto-atendimento”, comentou Dilma.

A presidenta Dilma liberou R$ 2,6 milhões para que Viamão possa construir uma UPA 24 horas, no Quarto Distrito de Viamão, na parada 36, em frente à escola Ana Jobim, que também recebeu, mais R$ 1 milhão do governador Tarso Genro, para investimento na construção do prédio, além da cedência da área.

UPAA UPA que será construída em Viamão será de porte 3, o modelo mais completo destas unidades, e apresentará estrutura física de 1.300 metros quadrados, e capacidade para atender até 500 pessoas por dia,  com 13 a 20 leitos de observação, além de sala de estabilização e de colocação de gesso, que foi conquistada em 2012, junto ao Governo Federal, através da Portaria 1.406, do Ministério da Saúde.

As UPAs fazem parte da Política Nacional de Urgência e Emergência, do Governo Federal, através do Ministério da Saúde, que estrutura e organiza a rede de urgência e emergência no país, com o objetivo de integrar a atenção às urgências.